Bueno Editora
Realizando sonhos

Memórias de um Judoca


Só quem se dedica a aquilo que ama sabe a importância do Caminho Suave na vida de seus praticantes. O Judô, arte marcial trazida do Japão, tem uma importante história na cidade de Santos, litoral do estado de São Paulo.  

Através das memórias do sensei José Gomes de Medeiros, kodansha com mais de 60 anos de prática, é possível conhecer o processo de implantação desta modalidade que se tornou paixão nacional. 

O Judô foi oficialmente difundido em terras santistas em setembro de 1949, pelo japonês Hikari Kurachi. Contudo, cogita-se que tenha chegado antes disso. 

A cidade tornou-se um celeiro de educadores e lapidou atletas como Rogério Sampaio, Danielle Zangrando, Leandro Guilheiro, Marcos Daud, Alexander Guedes, entre muitos outros. 

O sensei Medeiros acompanhou o caminho de difusão do Judô na região, a ascensão nos clubes e formou centenas de faixas pretas. Atuou como professor, técnico, árbitro e diretor de arbitragem. Aos 82 anos, leciona no Ginásio Arena Santos e no Clube Internacional de Regatas, e é o responsável pelo curso de Nague no Kata da Federação Paulista de Judô realizado na Associação Rogério Sampaio. 

Esta obra é uma forma de compreender e valorizar a história dos grandes professores do passado e eternizar um legado. 

 

Depoimentos 

 “Em um dos momentos que mais precisei, tive seu apoio. O sensei Medeiros nunca fez distinção entre atletas. É um professor íntegro e correto. Este livro demonstra a sua preocupação com a história. Para construir o futuro, é preciso conhecer o passado.” 

Rogério Sampaio, campeão olímpico 

“É um abnegado do esporte. Está sempre presente em todos os eventos e procura sempre contribuir para a evolução do Judô santista, passando seus ensinamentos para os mais jovens. Sua vitalidade impressiona.” 

Danielle Zangrando, medalhista mundial 

“Quando o encontro sinto seu afeto, respeito, e, é claro, muita devoção pelo Judô. Este trabalho valoriza a história daqueles que pavimentaram o caminho de nossa modalidade.”  

Leandro Guilheiro, medalhista olímpico 

R$ 50,00